Qual das seguintes situações é preferível?
12 Comments

  • Economia & Finanças - 10 years ago

    Sobre esta discussão fizemos uma síntese das conclusões dando exemplos concretos. Espero que gostem: veja aqui: http://economiafinancas.com/2010/12/qual-e-melhor-um-desconto-directo-de-35-ou-um-desconto-em-cartao-de-50/

  • Economia & Finanças - 10 years ago

    Sobre esta disussão fizemos uma síntese das conclusões dando exemplos concretos. Espero que gostem: http://economiafinancas.com/2010/12/qual-e-melhor-um-desconto-directo-de-35-ou-um-desconto-em-cartao-de-50/

  • Luis Carlos - 10 years ago

    Exemplo 50% de desconto: Compro 100.00 euros de produtos, fico com crédito de 50.00 euros; vou colocar as compras no carro e volto a entrar no hiper e compro mais 50.00 euros de produtos à borla;
    Exemplo 35% de desconto imediato: Compro 100.00 euros de produtos, sou reembolsado em 35.00 euros; vou colocar as compras no carro e volto ao hiper e adquiro 35.00 euros de produtos.
    No primeiro exemplo comprei 150.00 euros de produtos com 100.00 euros; no segundo exemplo comprei 135.00 euros de produtos com 100.00 euros.
    Está na cara qual é a melhor opção, não está?

  • ddc - 10 years ago

    Como diria a promoção do Pingo Doce: porque não comprar tudo aquilo que está na promoção e recapitalizar os ganhos com os descontos?

    Comprar ao dia "x" e obter os 50% de desconto, e no dia "x+1" comprar os restantes artigos com aquele valor que ficou a crédito, sem dar o gosto dos juros à empresa.

  • MRM - 10 years ago

    Cerca de 1/3 dos votantes deixa-se ir em contos de descontos mirabolantes. Na primeira opção, numa compra paga-se 100% ficando o DESCONTO prometido se voltar de novo à mesma "loja". E estes descontos em cartão não são na realidade para qualquer produto. Estes cartões servem para "fidelizar" o cliente que volta sempre ansiando o desconto e para esgotar produtos que não se vendem tanto. Em cada 200 euros de despesa temos 50 euros de desconto.
    Não está indicado se na segunda compra também há direito a um desconto em cartão sobre o total da factura que seria de 25 euros em cartão para a próxima compra.
    Com os 35% de desconto imediato ficamos com 70 euros por cada 200 euros de compras. Acrescentem uns zerinhos e vão ver o que se ganha comprando só com descontos imediatos os produtos que realmente necessitamos.

  • Nuno - 10 years ago

    E onde há os 35% de desconto directo na factura?

    E como sabemos que os produtos nessa factura não são mais caros que no estabelecimento de desconto com cartão?

    Por uma questão de comodismo a opção pode muito bem recair sobre a primeira opção.

    E isto sem fazer quaisquer contas.

  • Miguel - 10 years ago

    Fazendo as contas:

    a) 100 EUR desconto na próxima compra 50 EUR - em duas compras de 100 EUR poupa-se 50 EUR

    b) 100 EUR desconto imediato 35 EUR - em duas compras de 100 EUR poupa-se 35EUR *2 = 70 EUR

    Hipótese b) melhor pois para o mesmo gasto total dá um desconto maior, e nem sequer é preciso fazer a segunda compra! Na pior das hipóteses 150 EUR total, com primeira compra de 100 EUR, e 50 EUR desconto, sendo segunda compra grátis. Mas 150 EUR com desconto 35% é igual a 150 - 52,5= 97,5 EUR, donde se conclui que o desconto de 35% é SEMPRE melhor.

    Desculpem a confusão na explicação, mas basta fazerem as contas! :)

  • José Magalhães - 10 years ago

    Caríssima Elisabete, pela sua lógica, a menina não ganha nada. Compra 100, paga 100, fica com um crédito, que pela sua lógica não pode entrar em contas, congelado que não lhe vai servir de nada. Com os 35%, a Elisabete compra 100 e paga 65. Uma vitória retumbante, sem dúvida, para os 35% ;D !!! As contas estão feitas e contra factos não há argumentos.

  • Elisabete - 10 years ago

    Exemplo prático:
    Compra de 100.00 de produtos.
    Com 50% de desconto: tenho um ganho de 50 euros;
    Com 35% de desconto: tenho um ganho de 35 euros.
    Não vamos misturar os 100 euros de compras com os 150 euros de compras finais, percentagens á parte, numa das hipoteses ganho 50 euros noutra 35 euros...e mai nada:)

  • serginh0 - 10 years ago

    Com 100€ compram-se 150€ em produtos, logo, 50€ de desconto. Em percentagem, 50€ de 150€ é um desconto real de 33,3%, logo, em termos teóricos é melhor 35% de desconto directo.

    Fazendo os cálculos de outra forma, se gastarmos 150€ e tivermos um desconto de 35%, pagamos 97,5€ (desconto de 52,5€)

    Como dizia o Guterres...é fazer as contas :)

  • José Duarte - 10 years ago

    Bem, 50% é superior a 35% ... e como não podemos andar sem comer ... e se o crédito não tiver limite de validade ... se não for na semana seguinte é no próximo mês ... por cada 100 euros a diferença é de 15 euros ... são bons de ganhar ... digo eu

  • José Magalhães - 10 years ago

    Parece-me uma situação básica. O meu raciocínio foi o seguinte:

    100€ de compras = 50€ em cartão de desconto.
    Numa futura ida ao ao mesmo supermercado adquiro 50€ de produtos que não vou ter de pagar.
    No fundo adquiri, em 2 idas ao supermercado, 150€ de produtos por 100€.

    Os mesmos 150€ de compras, adquiridos em uma única ida ao supermercado, com 35% de desconto fica por 97,50€.

    Mas é evidente que podem surgir outras variáveis que condicionem uma leitura tão simplista.

Leave a Comment

0/4000 chars


Submit Comment